Como usar o filme “Histórias Cruzadas” na Redação do ENEM

Histórias Cruzadas é um filme de grande valor, porque aborda as desigualdades de gêneros e raciais. Ele mostra a união de mulheres que lutam para combater o racismo contra mulheres negras que trabalhavam como empregadas domésticas em Mississipi na década de 60. Eugenia Phelan, uma jovem escritora “diferente” das outras moças que não se conforma com os tratamentos aos negros, enxerga nestas empregadas uma oportunidade de impor sua indignação e as convencem que pode ajudá-las, e através das histórias destas, denuncia os abusos e os preconceitos sofridos por elas de seus patrões no ambiente de trabalho.

EMPODERAMENTO FEMININO

Uma das cenas mais bonitas do filme é quando a promissora escritora Skeeter decide escrever um livro para contar as histórias das empregadas domésticas nas residências onde trabalhavam. No entanto, a editora informa Skeeter que ela necessita de mais histórias. Após uma empregada (Minny) ser presa injustamente, elas se unem em prol de ajudar Skeeter e compartilharem suas histórias, isso mostra a força do Empoderamento Feminino naquela época. Esta situação você pode ser usada muito bem na Introdução, antes de explicar a busca por direitos iguais para as mulheres dentro de uma sociedade.

FEMINISMO

O feminismo é um tema muito presente neste filme, principalmente liderado por Skeeter.O feminismo é um conceito que surgiu no século XIX. Se desenvolveu como movimento filosófico, social e político. Sua principal caraterística é a luta pela igualdade de gêneros (homens e mulheres), e consequentemente pela participação da mulher na sociedade. No caso aqui, muito bem representado por Skeeter na luta pelos direitos iguais das empregadas negras.

RACISMO / PRECONCEITO RACIAL

Uma das cenas que retratam o racismo no filme é vivida pela empregada doméstica Minny que além de enfrentar o racismo e os abusos dos seus patrões, convive com um marido violento que constantemente a agride. Em seu trabalho, na residência da senhora Walters, há um banheiro específico para as empregadas negras, visto que houve um projeto executado por algumas socialites brancas da cidade de que negras deveriam usar um banheiro específico porque “as negras são portadores de doenças diferentes do que as brancas”.

Nome: Histórias Cruzadas (The Help)
Duração: 2h 26min
Ano: 2012
Gênero: Drama
Elenco: Stone
Direção: Tate Taylor

Exemplo de Redação

Câmeras que gravam qualquer movimento, telas transmitindo notícias a todo minuto, o Estado e a mídia controlando os cidadãos. O mundo idealizado por George Orwell em seu romance 1984, onde aparelhos denominados teletelas controlam os habitantes de Oceania vem se tornando realidade. Com a televisão , principalmente, a internet, somos influenciados – para não dizer manipulados – todos os dias.

Tal influência ocorre , majoritariamente , através da mídia e da propaganda. Com elas, padrões de vida são disseminados a uma velocidade assombrosa, fazendo a sociedade , muitas vezes privada de consciência crítica, absorvêlos e incorporá-los como ideais próprios. Desse modo, deixamos de ter opinião particular para seguir os modelos ditados pelo computador, acreditando no que foi publicado, sem o devido questionamento da veracidade dos fatos apresentados.

Com isso, as novas redes sociais, surgidas nesse início do século XXI, se tornam os principais vetores da alienação cultural e social da população, uma vez que todos possuem um perfil virtual com acesso imensurável a todo o tipo de informações. Por isso, diversas empresas e personalidades se valem da criação de perfis próprios, atraindo diversos seguidores, aos quais impõe sua maneira de agir e pensar. Esses usuários, então, se tornam mais vulneráveis e suscetíveis à manipulação virtual . Outro ponto negativo dessas redes, como o Facebook e o Twitter, é o fato de todo o conteúdo publicado ficar armazenado na internet, permitindo a determinação do perfil dos usuários e a escolha da melhor maneira midiática de agir para conquistá-los.

Além disso, o uso indiscriminado de tais perfis possibilita a veiculação de imagens ou arquivos difamadores, servindo como ferramenta política e social para aumentar a credibilidade de determinadas personalidades, como ocorre com Hugo Chaves em sua ditadura na Venezuela e comprometendo outras, com falsas denúncias, por exemplo. Diante disso, é necessária a aplicação de medidas visando a um maior controle da internet. A implantação, na grade escolar brasileira , do estudo dessas novas tecnologias de informação, incluindo as redes sociais, e a , consequente , formação crítica dos brasileiros, seria um bom começo. Só assim, poderemos negar as previsões feitas por George Orwell e ter um futuro livre do controle e da alienação.

Close

Publicidade